Guia de Raças Caninas

Pastor Alemão

Pastor Alemão
Pastor Alemão

O Pastor Alemão (também conhecido por Lobo da Alsácia) é uma das raças mais populares do mundo; sua inteligência aguçada, aptidão para o trabalho e boa aparência, são provavelmente os fatores que mais o popularizaram.

Há uma linda história por trás desta popularidade; uma história que torna esta raça ainda mais querida (sem desmerecer as demais) e que certamente, vale a pena conhecer e estudar. Falando em estudo, disponibilizarei dois materiais de leitura ( a venda em minhas lojas virtuais parceiras) para que conheçam melhor, não apenas o Pastor Alemão, como também, os cães.

Como Cuidar de Pastor Alemão

Livro: E o Homem encontrou o Cão

Soldado Alemão e Seu "Lobo da Alsácia"
Soldado Alemão e Seu “Lobo da Alsácia”

Durante o Século XIX, existiam três variações de raças Híbridas de Lobos, existentes na região hoje pertencente à Alemanha, as quais, estima-se terem parentesco com o Pastor da Boêmia.

Neste contexto, em 1891, surge uma “sociedade” de criação de cães (Phylax Society) cuja tarefa seria criar raças padronizadas destas variantes; todavia, por discordâncias internas (opção por estética ou aptidão para trabalho) , a mesma se dissolveu. Mesmo assim, um ex membro da referida sociedade, Capitão de Cavalaria do Exército Alemão Max Von Stephanitz, adquire um exemplar da Raça Pastor da Turíngia, funda em 1899 o Clube do Pastor Alemão (Verein für Deutsche Schäferhunde) e, a partir daí, sistematiza a criação de Cães da Raça Pastor Alemão.

O mesmo, por suas notáveis qualidades, passa a ser criado com mais frequência e popularizado na região de origem. Iniciam-se os trabalhos de adestramento em âmbito Policial e Militar; tal fato é tido como o surgimento do Schutzhund (IPO), treinamento para Cães de Guarda e Proteção.

Cabe ressaltar outros grandes nomes deste meio de criação e treinamento de Pastores Alemães, tais como Konrad Most e Helmut Raiser, ambos, escritores dos Livros Training Dogs e Der Schutzhund , respectivamente.

Os Pastores Alemães exerceram tarefas,tais como,mensageiros, carregadores, batedores, patrulha, dentre outras. Tal fato, tornou-os populares a ponto de serem coletados pelos Exércitos Inimigos ( A Alemanha havia perdido a 1ª Guerra Mundial), estudados e treinados em outros países.

Nos EUA, fora o destaque para trabalhos militares, a raça em análise passou a fazer parte de filmes e seriados, a exemplo de Rin Tin Tin; daí então, inicia-se a criação e exploração da raça para fins comerciais e domésticos. O que cabe ser analisado e considerado em este artigo é o fato que inicia-se neste ponto, uma drástica mudança nos padrões estéticos e psicológicos da raça.

PA com Variações
PA com Variações – fonte: PetAnjo

Pelagens

Com relação às pelagens há uma série de variações; as mais comuns são a Capa Preta, Cinza, Preto e Branco (não confundir com Pastor Suíço ou Pastor Alemão Albino). Sobre este último, há quem não considere a pelagem Branca ou a entenda como falta eliminatória. Entusiastas Suíços reuniram raros exemplares Brancos e criaram o Pastor Branco Suíço.

Na América do Norte, os Canadenses, seguindo a mesma dinâmica dos Suíços, fizeram a seleção artificial para Criar o Pastor Canadense; tal raça somente é reconhecida na região mencionada ,a priori.

O Fato é que, além destas, há outras mais, conforme gráfico abaixo:

german_shepherd_colors_by_lenir-d4rzq0v_fa_rszd

Temperamento e Aptidões

Cão de fácil adestramento, confiante, alerta, sociável, inteligente e seguro. Convive bem com crianças e outros cães, lembrando que, é muito importante realizar o trabalho de Socialização e Ambientação na Fase do Imprinting ( que vai até, aproximadamente os primeiros 120 dias de vida; do contrário, poderão apresentar níveis perigosos de agressividade (anti-social),dificultando a vida de seus tutores.

Há estudos que indicam o Pastor Alemão como um cão reservado com estranhos; todavia, digo por experiência própria que, há exemplares, de qualquer outra raça, inclusive, que pelo seu temperamento e fatores ambientais, apresentam um comportamento promíscuo ( se aproxima e interage com qualquer um).

Há, também, tutores que Negligenciam a importante etapa do Imprinting sob a pressão de Mitos Absurdos ( o filhote só pode ser adestrado após os 6 meses de vida; se não vacinar, não pode sair de casa; tem que ficar preso de dia e solto de noite para aprender a guardar a casa, etc … falácias dignas do folclore popular e sem embasamento científico). Este tema, poderá ser abordado em outra postagem, ou, ensinado em nosso Curso de Seleção, Criação e Desenvolvimento de Filhotes 

Por fim, importante mencionar que há duas linhagens de Pastor Alemão, tais como, a de Trabalho e a de Estrutura. Os cães de trabalho apresentam uma morfologia mais aproximada dos Pastores Alemães Antigos (lombar e pernas traseiras mais retilíneas, saúde e temperamento mais rústico e resistente).

Os de estrutura por sua vez, apresentam diferenças, principalmente no que tange a aptidão para os trabalhos policiais, tendo ênfase no aspecto estético e estrutural. (nota-se uma grande diferença analisando-se a coluna descendente da cernelha até a cola e patas traseiras mais flexionadas); todavia, nas mãos de bons adestradores, poderão apresentar excelentes resultados nas modalidades esportivas de treinamento, além das de exibição e exposição (que lhes são mais peculiares).

Pastores Alemães de Resgate
Pastores Alemães de Resgate

Como Cuidar de Pastor Alemão

Livro: E o Homem encontrou o Cão

Quer saber mais sobre a história do Pastor Alemão ? Acesse A Pod Cast de Max Macedo, sobre o tema. Aproveite para realizar sua inscrição no Curso: Entendendo o Aprendizado Canino, do mesmo autor.

Pod Cast de Max Macedo: A História do Pastor Alemão

Curso: Entendendo o Aprendizado Canino

 

 

Anúncios

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: